Sábado, 20 de julho de 2024

Quem é o culpado pelo empate?

Qualquer analista de futebol e torcedor que olhasse apenas o placar da partida de ontem (2×2) diria que foi um grande resultado, tendo em vista a situação das equipes no Campeonato Brasileiro. Entretanto, o ponto conquistado foi sinônimo de frustação para o Grêmio que ainda viu seu torcedor chamar Renato Portaluppi de burro nas arquibancadas da Caxias.

Um time competitivo e que entrou em campo brigando, peleando por cada bola e fazendo o fator “casa” prevalecer, foi assim que o Grêmio de Renato abriu o marcador diante do verdão e até ampliou no gol de penalti do Cristaldo. Porém, mais uma vez o time gremista teve o famoso “nana-neném” e viu em 2 minutos o empate chegar. O resultado é sinônimo de uma atuação que caiu de produção, mas também das mudanças de Renato. Vencendo o jogo, não tem o porquê inserir dois zagueiros: Rodrigo Caio e Natã, além de Galdino e Jp Galvão.

As mudanças fizeram o tricolor recuar e chamar ainda mais o alviverde para cima. Um elenco com Dudu, Estevão, Maike e cia não pode ter liberdade e controle ofensivo das jogadas. Partindo deste princípio, Portaluppi errou nas trocar e foi xingado pelo torcedor nas arquibancadas, tendo razão pelas escolhas que fez e vacilos que proporcionou ao time. Entretanto, a culpa é só dele?

Quando paramos para analisar as opções no banco, Renato tinha: Jp Galvão, Galdino, Nathan Fernandes, Alysson, Nathan, Du Queiroz, Ronald, Mayk, Rodrigo Caio, Natã, Igor e Rafael Cabral. Olhando este elenco, como que vamos cobrar apenas do treinador pelo resultado? Infelizmente o elenco do Grêmio é insuficiente para o Brasileirão e a falta de opções ofensivas colocam o clube nesta situação constrangedora do campeonato.

Falta a direção assumir o erro e o departamento de futebol intervir o quanto antes para tentar sanar este problema que vem sendo refletido dentro de campo. A janela precisa abrir, urgente, para o Grêmio fazer contratações e tentar sair do z4 o quanto antes. Quanto mais tempo ficar lá, pior é a situação para sair…