Domingo, 16 de junho de 2024

A América combina com o Grêmio

A partida teve a cara do Grêmio, adversário chato, jogo difícil, a bola parando por conta das possas de água e o espírito aguerrido que a competição pede. A comissão técnica do clube sabia que o time precisava entrar ligado e pensando em marcar um gol logo cedo, para tranquilizar o jogo e tirar a pressão de cima. Deste modo, ao estilo Renato, o peso de jogar com centroavante, fez o clube ser copeiro e marcar com Diego Costa. O camisa 19 chegou a 12 jogos, 7 gols e 2 assistências com a camisa gremista. Ele, foi importantíssimo para o Grêmio conseguir sair de lá com os três pontos e a classificação para as oitavas de final. Talvez, o torcedor não tenha notado, mas foi ele que brigou, dividiu e motivou os demais companheiros para lutar por cada bola e fazer o clube entender o tamanho desta decisão.

Outro jogador que vem ganhando a confiança do torcedor e principalmente de Renato, é Marquesín. O goleiro argentino foi eleito o melhor em campo ontem, sendo seguro e fazendo grandes defesas. O atleta chegou a marca de 7 jogos sem vazar a meta gremista e começa a se fixar como o arqueiro titular do Grêmio. Entretanto, a partida mostrou que o tricolor combina com a Libertadores e que ela exige times com esta determinação. Um clube que iniciou o torneio com duas derrotas, era dado como eliminado por boa parte da imprensa, que lutou e buscou a classificação, contra tudo e contra todos: sem estádio, jogando longe da torcida e buscando pontos fora de casa, mesmo sem ritmo de jogo. O embate físico e a falta de ritmo ficaram evidentes contra o Huachipato, mas ao mesmo tempo mostra que Renato sabe como jogar a Libertadores e que ela (Libertadores) precisa de jogos assim para continuar com o glamour que nós brasileiros amamos.

O time de Kannemann e cia ganha força na hora expressiva do torneio e faz, agora, jogar a última partida, já classificado, contra o Estudiantes, “em casa”, podendo escolher o empate ou a vitória para definir o lugar do grupo que ficará. Se optar pela primeira colocação encara o Penarol e se ficar em segundo lugar, pega o Fluminense. Acredito que o torcedor sonha com o lugar mais alto do grupo, por ter a vantagem de decidir perto de casa, mas cabe ao Grêmio jogar, independente do resultado, para melhorar o desempenho e mostrar a força que ganhou no torneio.