Sábado, 20 de julho de 2024

O retorno longe dos sonhos

O sonho de todo torcedor colorado era voltar ao Beira-rio com festa, vitória e uma goleada convincente, para provar que o time deste ano brigaria, de fato, pelo título do Brasileirão e que os resultados, nem tão positivos, estavam ocorrendo por estarem longe do seu torcedor. Entretanto, vimos, mais uma vez, um Inter que decepcionou os colorados que estiveram presentes numa noite fria de inverno gaúcho.

A derrota machucou e fez com que vários torcedores deixassem o gigante antes do término da partida. Foram mais de 70 dias longe do seu estádio e a expectativa por um bom jogo estava muito grande. A torcida fez festa antes da bola rolar, as ruas voltaram a ser vermelha no entorno do estádio, mas o desempenho dentro de campo foi o mesmo de antes. Vimos um Internacional que criou algumas oportunidades, mas falhou novamente no arremate. Além disso, uma defesa com erros individuais contra adversários letais.

Desta forma, o retorno não foi como todo colorado esperava e viu Chacho Coudet fazer leituras equivocadas em suas trocas, principalmente quando tirou Lucca Drummond para inserir Wesley. Ninguém questiona o ingresso do atacante, mas sim a retirada do menino e a insistência em Hyoran, o qual vem sendo muito cobrado pela sua postura em campo. Após a partida, Coudet admitiu que as copas podem ser o novo foco do clube, tendo em vista a distância que ficou do líder do Campeonato e por ser uma competição mais curta.

O torcedor quer um título, independente de qual seja. Porém, em defesa do comandante, o elenco terá reforços para os próximos compromissos: Valência estará em campo contra o Juventude e nas próximas semanas Rochet e Borré devem retornar de suas seleções. Deste modo, poderemos ver um Inter mais ofensivo e com suas principais contratações na ponta dos cascos. Ainda dá para sonhar, mas não pode desperdiçar as oportunidades que estão pintando no caminho vermelho e branco.