Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Polícia Civil gaúcha faz a maior apreensão de cocaína de sua história; mais de meia tonelada

Polícia calcula prejuízo de R$ 15 milhões ao crime organizado. Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um investigação de oito meses resultou na maior apreensão de cocaína da história da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Na manhã desta segunda-feira (1º), policiais da 3ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico desencadearam a Operação Mantaro, que resultou na apreensão de mais de meia tonelada. De acordo com a Polícia Civil, a ação impôs um prejuízo de R$ 15 milhões ao crime organizado.

O Delegado Gabriel Borges, que coordenou os trabalhos, a investigação começou quando a polícia recebeu a informação de que duas organizações criminosas com ramificações na cidade de Canoas haviam formado um consórcio para trazer grande quantidade de cocaína ao estado.

A apuração policial descobriu que o entorpecente chegava ao país tanto via aérea, quanto via terrestre, por meio de transporte rodoviário. Nos últimos dias foi intensificado o monitoramento e descoberto possíveis locais de armazenamento da droga, bem como o responsável pelo local.

Nesta segunda-feira, foram cumpridos mandados de busca e apreensão, e a droga foi apreendida em um imóvel na Mathias Velho. Três pessoas foram presas na ação. O delegado Gabriel Borges comenta também que a operação atinge a estrutura do crime organizado e desarticula a logística dos traficantes.

Giovani de Oliveira

Giovani de Oliveira

Sou um cara de Porto Alegre! Colorado, acredito no Jornalismo e no Movimento Escoteiro como ferramentas para deixar o mundo um pouco melhor do que eu encontrei. Gosto de fazer entrevistas e tecer comentários aleatórios sobra a vida, o universo e tudo mais.