Domingo, 16 de junho de 2024

Primeiro passo foi dado. E, agora?

A CBF concordou com os clubes e optou por suspender o Campeonato Brasileiro da Série A por duas rodadas. Demorou, mas acatou o pedido dos três clubes gaúchos envolvidos na competição, devido a enchente que atingiu o nosso Estado. Entretanto, no dia em que a Confederação Brasileira de Futebol tomou esta medida, Grêmio, Inter e Juventude voltaram a treinar.

Parece contraditório, mas devido aos compromissos Internacionais, Libertadores e Sul-americana, a dupla Grenal necessitou voltar as atividades. O Inter está realizando diversas atividades próximas ao seu torcedor, oportunizando que os desabrigados possam acompanhar o dia a dia no Complexo Esportivo da PUCRS. Momento importante, pois mostra a solidariedade e principalmente proporciona um momento único na vida dos torcedores ali presentes.

Por outro lado, o Grêmio, prefere se distanciar do torcedor e definiu dois locais para dar sequência na sua rotina: São Paulo e Curitiba. No CT Joaquim Grava, do Corinthians, o tricolor gaúcho fará a sua preparação para encarar os três jogos da Libertadores da América, sendo dois deles sediados no Couto Pereira, no Paraná. A tomada de decisão envolve diversas questões, entre elas as determinações da Conmebol e a presença de público no estádio.

É Correta essa atitude? Se é certo ou errado, está longe de mim julgar, porém os times precisavam, por ordem maior, dar ritmo aos seus atletas. Infelizmente, a Conmebol, foi totalmente insensível neste momento e entende que sua competição precisa ser concluída. Deste modo, a dupla necessitou achar um local para treinar e jogar e, por conta das regras, não tem como ser dentro do RS. Agora, é esperar e ver de que forma essas medidas vão dar frutos dentro de campo, tendo em vista a distância do torcedor e principalmente a cabeça dos atletas, os quais, até ontem, estavam salvando vidas na capital.

O Grêmio, de Renato, necessita de três vitórias em três jogos para ser líder do grupo. Porém, o torcedor, pensa em conquistar a pontuação mínima para se classificar. Ou seja, serão decisões e por isso o tom de final será adotado em cada partida. O rendimento, que até então vinha sendo duvidoso, terá que ser colocado em prática e, principalmente, achar um substituto de Villasanti, suspenso, para organizar o meio de campo. A presença do público, fora do Estado, é um dos fatores determinantes para o desenrolar da tão sonhada América.

Pelo lado Colorado, Eduardo Coudet, tem o retorno de atletas importantes como Alan Patríck e Valencia. Deste modo, também precisando de resultado, o comandante busca retomar a confiança do torcedor e mostrar que os bons números podem retornar após este caos.