Segunda-feira, 27 de maio de 2024

Com Renato abandonando o banco de reservas, Grêmio perde para o Bahia em Salvador

O Grêmio foi a salvador para encarar a equipe do Bahia, e saiu da Arena Fonte Nova derrotado por 1 a 0, gol de Everaldo. Com o resultado, o tricolor deixou o G6 do Campeonato. Renato mandou a campo o time com força máxima, e promoveu as estreias de Edenilson e Rafael Cabral.

No entanto, o grande destaque da partida não foi a atuação do tricolor. Na reta final da segunda etapa, o árbitro da partida, Bráulio da Silva Machado, de atuação muito criticada por ambos os lados, expulsou, no banco de reservas, o centroavante Diego Costa.

Segundo Renato, explicado pelo mesmo na coletiva, a ordem de expulsar o atacante veio de Jailson Macedo de Freitas, presidente da Comissão Baiana de Arbitragem, que o informou ao quarto árbitro o xingamento proferido por Diego ao próprio quarto árbitro.

O técnico gremista ordenou que todos os jogadores do banco deixassem o campo, seguidos pelo próprio comandante, ficando apenas os médicos do clube. No momento, ainda restavam 5 minutos de partida. Em coletiva, o treinador alegou que faria tudo de novo.

Renato afirmou também que, se autorizado pelo presidente, faria a pontuação necessária e passaria a colocar os garotos para jogar o Campeonato Brasileiro. Além disso, Portaluppi alegou pensar em pedir demissão do cargo de técnico.

Jailson Macedo constava, no site da CBF, como assessor para esta partida, o que não permita que ele estivesse dentro do campo. Após a partida, a CBF alterou a função, o colocando como Delegado da Partida, o que permitia sua entrada em campo.

Em súmula, Bráulio afirmou ter sido informado pelo quarto árbitro do xingamento proferido por Diego. Os áudios divulgados pela CBF confirmam.

O Grêmio agora entra em campo nesta terça, contra o Operário, em Ponta Grossa, pela Copa do Brasil.